Portuguese English German Italian Spanish

A Secretaria de Saúde de Domingos Martins intensifica neste mês os trabalhos de orientação e conscientização sobre o combate e a prevenção do Aedes aegypti. A situação é de alerta, pois as equipes da Vigilância Ambiental já registram grande quantidade de focos, especialmente nas áreas urbanas das regiões de Campinho, Vila Verde, Pedra Azul, Vivendas de Pedra Azul, Ponto Alto e Santa Isabel.  

O aumento da temperatura e a ocorrência de chuvas são as condições ideais para reprodução do mosquito, que transmite ainda o Zika Vírus e a Chikungunya. Daí a importância de reforçar a limpeza de quintais e áreas ao ar livre. Objetos como garrafas e copos, devem ser eliminados ou acondicionados de forma a não acumular água.

A Vigilância Ambiental também realizou palestras em diversas unidades de ensino da Rede Municipal. Agentes de Endemias intensificam visitas domiciliares, distribuição de material informativo, abordagens e vistorias.

Em 2016 Domingos Martins registrou recorde inédito de casos de dengue, com 200 notificações, sendo 112 confirmadas. Em 2015, foram 21 registros positivos da doença. Também em 2016 Domingos Martins registrou pela primeira vez um caso de Zika Vírus. Não houve registro de Chikungunya.

Neste ano, o município ainda não registrou nenhum caso de Dengue, mas a Vigilância reforça que é preciso ficar atente e realizar o trabalho de combate constantemente. “Já encontramos muitos focos positivos para o mosquito, é preciso ficar atento e vigilante, o combate deve ser constante”, esclarece o secretário de Saúde, Adimar Alves de Souza.

Dicas de prevenção:

- Pratos de vasos de plantas devem ser eliminados;
- Tampinhas, latinhas e embalagens plásticas devem ser jogadas no lixo e as recicláveis guardadas protegidas da chuva;
- Latas, baldes e outros frascos devem ser guardados com boca para baixo;
- Caixas d’água devem ser mantidas fechadas com tampas íntegras sem rachaduras;
- Piscinas devem ser tratadas com cloro;
- Pneus devem ser furados e guardados em locais cobertos;
- Lonas, aquários, bacias, brinquedos devem ficar longe da chuva;
- Entulhos ou sobras de obras devem ser cobertos e descartados;
- Cuidados especiais com as plantas que acumula água, como bromélias e Espada de São Jorge: ponha água só na terra;
- Mantenha limpos quintais, áreas ao ar livre e calhas. 

Lorena Müller

A Secretaria de Saúde de Domingos Martins divulga nesta terça-feira (10) boletim de alerta contra a Dengue em todo o município, e em especial às áreas urbanas, para o combate e a prevenção do Aedes aegypti.

O aumento da temperatura e a ocorrência de chuvas são as condições ideais para reprodução do mosquito, que transmite ainda o Zika Vírus e a Chikungunya. Daí a importância de reforçar a limpeza de quintais e áreas ao ar livre. Objetos acumuladores de água, como garrafas e copos, devem ser eliminados ou acondicionados de forma a não acumular o líquido.

Neste ano Domingos Martins registrou recorde inédito de casos da doença, com 104 notificações confirmadas, sendo 74 somente em Santa Isabel. Em 2015, foram 21 registros positivos da doença. Também em 2016 Domingos Martins registrou pela primeira vez um caso de Zika Vírus. Não houve registro de Chikungunya.

Em dezembro, mais dois casos de Dengue foram notificados e estão sendo investigados pela Vigilância em Saúde Municipal. Segundo a Vigilância em Saúde, “a previsão é a de que mais casos sejam registrados no início deste ano, por isso é preciso que a população colabore ajudando o poder público no combate ao mosquito. A união é fundamental para a prevenção”.

Agentes de Endemias também intensificaram visitas domiciliares, distribuição de material informativo, abordagens e vistorias na Sede do Município e em Santa Isabel. Neste mês de janeiro a equipe faz o mesmo trabalho na região de Aracê. Na Sede os cuidados devem ser redobrados, pois esta região já está positiva para dengue, ou seja, já há mosquitos infectados circulando neste ambiente.

Ao apresentar os sintomas, procure a Vigilância em Saúde

A Vigilância em Saúde orienta a população sobre como proceder diante do surgimento dos primeiros sintomas da dengue. Além de procurar o hospital, é muito importante que o cidadão também acione a vigilância, pois é este órgão que realiza a sorologia, procedimento que confirma (ou não) a dengue.

“O hospital faz o atendimento clínico, isto é, orientações para medicação e cuidados para a recuperação. Todo o trabalho de confirmação da doença, seu registro e investigação fica a cargo da Vigilância em Saúde, por isso é importante que sejamos acionados, pois essas informações nos dão condições de monitorar toda a situação no município”, explica a enfermeira da vigilância, Patrícia da Silva Aguiar.

Fique atento aos sintomas:

- Dengue:  Tontura, dor atrás dos olhos, manchas vermelhas, náuseas e vômitos, dor nas articulações, perda de peso, febre alta, dor de cabeça, sangramento no nariz e na gengiva e fraqueza.

- Zika Vírus:  Dor nas costas, olhos vermelhos, dor de cabeça, febre baixa, dor muscular, dor nas articulações e lesões com pontos brancos e vermelhos na pele.

- Chikungunya:  Dores intensas nas articulações de mãos e pés, dor de cabeça, dor muscular, manchas vermelhas e febre alta.

Dicas de prevenção:

- Pratos de vasos de plantas devem ser eliminados;
- Tampinhas, latinhas e embalagens plásticas devem ser jogadas no lixo e as recicláveis guardadas protegidas da chuva;
- Latas, baldes e outros frascos devem ser guardados com boca para baixo;
- Caixas d’água devem ser mantidas fechadas com tampas íntegras sem rachaduras;
- Piscinas devem ser tratadas com cloro;
- Pneus devem ser furados e guardados em locais cobertos;
- Lonas, aquários, bacias, brinquedos devem ficar longe da chuva;
- Entulhos ou sobras de obras devem ser cobertos e descartados;
- Cuidados especiais com as plantas que acumula água, como bromélias e Espada de São Jorge: ponha água só na terra;
- Mantenha limpos quintais, áreas ao ar livre e calhas. 

Lorena Müller

A Secretaria de Saúde de Domingos Martins divulga nesta quinta-feira (29) boletim de alerta contra a Dengue em todo o município, e em especial às áreas urbanas, para o combate e a prevenção do Aedes aegypti.

O aumento da temperatura e a ocorrência de chuvas são as condições ideais para reprodução do mosquito, que transmite ainda o Zika Vírus e a Chikungunya. Daí a importância de reforçar a limpeza de quintais e áreas ao ar livre. Objetos acumuladores de água, como garrafas e copos, devem ser eliminados ou acondicionados de forma a não acumular o líquido.

Neste ano Domingos Martins registrou recorde inédito de casos da doença, com 104 notificações confirmadas, sendo 74 somente em Santa Isabel. Em 2015, foram 21 registros positivos da doença. Também em 2016 Domingos Martins registrou pela primeira vez um caso de Zika Vírus. Não houve registro de Chikungunya.

Neste mês, mais dois casos de Dengue foram notificados e estão sendo investigados pela Vigilância em Saúde Municipal. “Infelizmente, a previsão é a de que registremos mais casos no início do ano que vem, por isso é preciso que a população colabore ajudando o poder público no combate ao mosquito. A união é fundamental para a prevenção”, destaca a gerente da Vigilância em Saúde, Ozinélia Pedroni.

Agentes de Endemias também intensificaram visitas domiciliares, distribuição de material informativo, abordagens e vistorias na Sede do Município e em Santa Isabel. Em janeiro a equipe faz o mesmo trabalho na região de Aracê. “Na Sede os cuidados devem ser redobrados pois esta região já está positiva para dengue, ou seja, já temos mosquitos infectados circulando neste ambiente”, completa Ozinélia. 

Ao apresentar os sintomas, procure a Vigilância em Saúde

A Vigilância em Saúde orienta a população sobre como proceder diante do surgimento dos primeiros sintomas da dengue. Além de procurar o hospital, é muito importante que o cidadão também acione a vigilância, pois é este órgão que realiza a sorologia, procedimento que confirma (ou não) a dengue.

“O hospital faz o atendimento clínico, isto é, orientações para medicação e cuidados para a recuperação. Todo o trabalho de confirmação da doença, seu registro e investigação fica a cargo da Vigilância em Saúde, por isso é importante que sejamos acionados, pois essas informações nos dão condições de monitorar toda a situação no município”, explica a enfermeira da vigilância, Patrícia da Silva Aguiar.

Fique atento aos sintomas:

- Dengue: Tontura, dor atrás dos olhos, manchas vermelhas, náuseas e vômitos, dor nas articulações, perda de peso, febre alta, dor de cabeça, sangramento no nariz e na gengiva e fraqueza.

- Zika Vírus: Dor nas costas, olhos vermelhos, dor de cabeça, febre baixa, dor muscular, dor nas articulações e lesões com pontos brancos e vermelhos na pele.

- Chikungunya: Dores intensas nas articulações de mãos e pés, dor de cabeça, dor muscular, manchas vermelhas e febre alta.

Dicas de prevenção:

- Pratos de vasos de plantas devem ser eliminados;
- Tampinhas, latinhas e embalagens plásticas devem ser jogadas no lixo e as recicláveis guardadas protegidas da chuva;
- Latas, baldes e outros frascos devem ser guardados com boca para baixo;
- Caixas d’água devem ser mantidas fechadas com tampas íntegras sem rachaduras;
- Piscinas devem ser tratadas com cloro;
- Pneus devem ser furados e guardados em locais cobertos;
- Lonas, aquários, bacias, brinquedos devem ficar longe da chuva;
- Entulhos ou sobras de obras devem ser cobertos e descartados;
- Cuidados especiais com as plantas que acumula água, como bromélias e Espada de São Jorge: ponha água só na terra;
- Mantenha limpos quintais, áreas ao ar livre e calhas. 

Lorena Müller

A Secretaria de Saúde de Domingos Martins promove no sábado (5) o Dia D de Mobilização contra Dengue, Zika e Chikungunya. Desta vez, a ação coordenada pela Vigilância em Saúde será em Santa Isabel, localidade com o maior número de casos de dengue registrados neste ano: 74. A iniciativa contará ainda com a parceria da comunidade nos trabalhos de orientação e recolhimento de material acumulador de água, das 7h30 às 12h.

De acordo com a Vigilância Ambiental, os meses que antecedem o verão são ideais para a eliminação de focos do mosquito Aedes aegypti. O combate deve ser permanente, porém o período que precede as chuvas merece atenção especial. Qualquer recipiente que possa acumular água deve ser eliminado, quintais, jardins e áreas domésticas devem ser limpos semanalmente. Terrenos baldios também devem receber limpeza constante.

acao santa isabel1

Agentes de endemias também orientarão
moradores de Santa Isabel

“O êxito desta ação depende muito da colaboração da população, uma vez que mais de 70% dos focos do mosquito são encontrados dentro de residências. É preciso haver a união da sociedade e do Pode Público para o trabalho de prevenção e controle dessas doenças”, destaca a secretária de Saúde, Márcia Rocha Fernandes.

Município em alerta

Neste ano Domingos Martins entrou em estado de alerta diante do aumento de casos de dengue registrados no município. Ao todo foram confirmados 104 casos da doença, sendo 82 autóctones (contraídos dentro do município) e 22 importados (contraídos em outros municípios). Do total de autóctones, 74 são moradores de Santa Isabel. Em 2015, os casos confirmados totalizaram 21.

bloqueio 1
Trabalhos de bloqueio de transmissão da
dengue, realizado em Santa Isabel no início 
deste ano

Ainda em 2016, foram registrados casos de dengue em Ponto Alto, Sede, Melgaço e Tijuco Preto. A Sede do município registrou também um caso de Zika Vírus. Com o aumento da incidência da doença, a Secretaria de Saúde intensificou os trabalhos de prevenção e combate em Santa Isabel. Em fevereiro e março, um carro fumacê chegou a ser utilizado para combater a dengue na localidade. 

Lorena Müller

A Secretaria de Saúde de Domingos Martins divulga novos números da dengue no município. De acordo com levantamento realizado pela Vigilância em Saúde, até hoje (30), já foram registrados 103 casos da doença, sendo 70 em Santa Isabel, 13 em Campinho e seis em Ponto Alto. Biriricas, Paraju, Vale da Estação e Melgaço registram dois casos cada, e São Bento do Chapéu, Soído, Tijuco Preto têm um caso cada. Há ainda dois casos importados (contraídos fora do município).

Desde o final do ano passado a Secretaria de Saúde tem intensificado as ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor também do zika vírus e da chikungunya, doenças ainda não registradas em Domingos Martins. Entre as atividades estão visitas domiciliares dos agentes de endemias, monitoramento de armadilhas, campanhas educativas e orientativas.

Em Santa Isabel, localidade com maior número de casos, equipes também realizaram por duas vezes o procedimento conhecido como “Bloqueio de Transmissão de Dengue”, uma ação de combate ao mosquito adulto em locais com a transmissão confirmada. Em fevereiro e março outra estratégia utilizada no combate à dengue foi o carro fumacê.

Prevenção e notificação

A Secretaria de Saúde reforça a toda a população a importância da prevenção e combate ao mosquito como atividades permanentes uma vez que mais de 70% dos focos estão nas residências. A orientação é que a vistoria em casa e no quintal seja semanal e que todos os materiais acumuladores de água e criadouros sejam eliminados.

 Outra dica importante da Secretaria de Saúde: ao apresentar os sintomas da dengue (febre alta, dores no corpo, dores atrás dos olhos, entre outros) procure imediatamente a unidade de saúde mais próxima ou a Vigilância em Saúde (anexa à rodoviária de Campinho). A notificação é importante para monitoramento de casos e direcionamento de ações e medidas a serem adotadas no enfrentamento ao Aedes aegypti. 

Prefeitura Municipal de Domingos Martins

brasaoRua Bernardino Monteiro, 22 - Centro - CEP 29260-000
Expediente Administrativo: 8h às 12h00 - 13h às 17h
Horário Serviços de Saúde: 7h às 11h30 - 12h30 às 16h  

Fone (27) 3268-1239 - 3268-1124
Veja no Mapa

Links Úteis

portariastn contas-publicas
nfe issbancario