Portuguese English German Italian Spanish

Monique Ferbek

O município de Domingos Martins tem suas bases econômicas fundamentadas nas atividades agropecuárias e de serviços, neste setor se destacando as relacionadas ao turismo. Juntos, estes segmentos respondem por cerca de 85% do PIB municipal,segundo dados do IBGE. Com objetivo de valorizar o que é produzido localmente, será lançado nesta quarta (1º), o programa “Domingos Martins é nosso”, como forma a incentivar o oferecimento em estabelecimentos locais dos itens produzidos e certificados no município.

A iniciativa visa à comercialização dos produtos da agroindústria martinense nos estabelecimentos especializados na recepção de pessoas, como hotéis, pousadas, prestadores de serviços direcionados ao turismo de lazer, eventos, negócios e religiosos. Durante o encontro que acontecerá no Sítio do Galo, haverá a apresentação do programa e debates sobre a agroindústria valorização dos produtos locais e gestão da qualidade no setor de alimentação.

Beltrame IMG 6901
LATICÍNIOS IMG 6904

Produtos Beltrame / Processo de fabricação de queijo na Fazenda Pizzol / Diversos produtos da agroindústria martinense / Fazenda Pizzol: Produtos Valentim 

Atualmente, são 22 agroindústrias cadastradas no Serviço de Inspeção Municipal S.I.M., certificadas para comercializarem seus produtos no território de Domingos Martins e em todo o Estado do Espírito Santo a partir da habilitação ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte (SUSAF/ES). O mix de produção abrange mais de 40 itens, fabricados a partir das matérias-primas: carnes, leites, ovos, pescados e mel, em nossas fábricas, laticínios, entrepostos, granjas e abatedouros. 

Nova Sede SIM 8a“Queremos que o visitante encontre os produtos de Domingos Martins ao visitar empreendimentos aqui. Temos produtos de alta qualidade e podemos ofertar algo local ao turista que nos visita, explorando nossos potenciais. O Projeto busca unir estes dois importantes segmentos da economia martinense, expondo e comercializando nossa produção e nossos serviços e, assim, possibilitando a promoção e desenvolvimento dos arranjos produtivos locais, das vilas e comunidades rurais e do município como um todo”, explica o responsável pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), Adnilses Machado .

A iniciativa é promovida pela Pró-Associação Agroindustrial de Domingos Martins, com apoio da Prefeitura Municipal e Associação Comercial e Empresarial, além de 17 agroindústrias locais.

Serviço: Lançamento “Domingos Martins é nosso”

Data: 1º de junho de 2016
Horário: 18h
Local: Pousada Sítio do Galo, Galo.

Temas para debate:
História e evolução da Agroindústria de Base Familiar em Domingos Martins
Palestrante: Flávio Wruck – Associação Agroindustrial de Domingos Martins- Fábrica de Produtos de Pescados “Sítio do Imperador”.

Valorização da produção regional no turismo local- aspectos globais
Palestrantes: Fábrica de Produtos Cárneos “Domaine”

Gestão de Qualidade no Setor de Alimentação
Palestrante: Daniel Lima de Almeida Júnior – Auditor e Consultor em Segurança Alimentar

Monique Ferbek

As Secretarias Municipais de Saúde e de Desenvolvimento Rural de Domingos Martins lançaram no município o “Programa de Combate à Clandestinidade na Produção e Comercialização de Produtos de Origem Animal”, coordenado pela Vigilância Sanitária e o Serviço de Inspeção Municipal (SIM). O objetivo da iniciativa é desenvolver ações para reprimir e inibir sua produção, transporte e comercialização.

Entre as metas da execução do programa está o fornecimento ao consumidor de alimentos produzidos de acordo com as normas de Segurança Alimentar e Segurança em Saúde. “Também buscamos incentivar a produção regular, reprimindo a concorrência desleal e predatória e a sonegação fiscal. O programa visa a conscientizar a população sobre a importância do consumo de alimentos inspecionados como mecanismo de defesa da saúde pública e bem-estar, diferenciando-os daqueles produzidos sem garantia da aplicação das normas sanitárias e de higiene”, explica o chefe do SIM, Adnilses Arthur Machado Filho.

EMBUTIDOS 1 GRANJA AVÍCOLA
LATICÍNIOS MEL

Entre as etapas da implantação do programa estão: a realização de ações educativas com comerciantes, entidades representativas dos setores do comércio, produtores e consumidores; além da fiscalização em supermercados, mercearias, açougues, padarias, quilões, estabelecimentos produtores, como abatedouros, agroindústrias e pontos comerciais clandestinos. O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF) é parceiro da Prefeitura na execução deste Programa.

Nova Sede SIM 12Para os estabelecimentos locais que produzirem, transportarem ou comercializarem itens não certificados pela municipalidade, as penalidades podem ser: advertência, multa, apreensão e/ou inutilização de matérias-primas, suspensão das atividades, além de interdição total ou parcial do local.

Produtos não inspecionados X produtos inspecionados

Ao comprar um produto de origem animal (ovos, carne, mel, leite e todos os seus derivados), o consumidor deve ficar atento se o material possui o Selo de Inspeção Municipal (SIM), o Estadual (SIE) ou Federal (SIF). São eles que certificam que aquele produto possui qualidade e atende aos processos seguros de higiene e outros requisitos.

SIM img not selo SIF

Com produtos não certificados, o comprador corre o risco de consumir produtos de origem animal que não foram inspecionados e que podem ser transmissores de doenças. Entre elas, estão a teníase – verminose conhecida como “solitária”, transmitida através da carne de porco e de gado – a cisticercose, transmitida por meio da carne de porco e de gado, além da toxoplasmose, salmonelose, entre outras.

Outras informações sobre o S.I.M.
Endereço: Rua Pedro Gerhardt, 39, em Campinho (ao lado da Igreja Católica)

Juliano Rangel 

O trabalho desenvolvido pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de Domingos Martins, vem ganhando reconhecimento e se tornando referência para os demais municípios do Estado.

O SIM realiza a inspeção e acompanhamento das pequenas indústrias familiares que produzem alimentos de origem animal, como carne, leite, mel, ovos e peixes. O trabalho é realizado pela Prefeitura Municipal de Domingos Martins, por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural.

O órgão foi indicado pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do ES (IDAF), por meio do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte (SUSAF/ES), como modelo no acompanhamento das agroindústrias familiares de pequeno porte de produtos origem animal.

A unidade já recebeu as visitas dos coordenadores dos serviços de inspeção dos municípios de Santa Leopoldina, Santa Teresa e Alfredo Chaves para troca de experiências. A temática dos encontros é voltada para apresentação da estrutura do local, a forma de trabalho e questões de documentação.

Participante do encontro e coordenadora do SIM de Alfredo Chaves, Damiana Ferrari conta que a troca de ideias é muito importante para o aprimoramento dos conhecimentos. “A realidade é diferente, estamos começando e vendo as parteS documental e estrutural do trabalho”, ressalta.

Lorena Müller

Os empreendedores de agroindústrias produtoras de alimentos de origem animal de Domingos Martins devem ficar atentos. É que o Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M.) inicia nesta semana os processos de renovação anual de registro.

A atualização de dados das agroindústrias é obrigatória e garante ao produtor rural e ao estabelecimento a continuidade produtiva e comercial. “Os produtores devem estar atentos à data de validade de seu registro e providenciar o requerimento de renovação com pelo menos 45 dias antes de vencimento”, orienta o chefe do S.I.M., Adnilses Machado Filho.

O requerimento deve ser feito no Setor de Protocolo da Prefeitura de Domingos Martins, ou ainda no Posto de Atendimento de Pedra Azul, atendendo aos seguintes pré-requisitos: cumprimento das cláusulas do Termo de Compromisso de Ajuste Sanitário Agroindustrial firmado entre o Produtor e o S.I.M., e apresentação de documentos atualizados que tenham prazo de validade (carteira de saúde dos manipuladores, cartão de vacina do rebanho, entre outros).

Os produtores que ainda não regularizaram suas atividades ou queiram iniciar na atividade, devem requerer visita técnica para inspeção prévia e apresentar os documentos exigidos na Lei nº 2.564/2013 (descritos no site www.domingosmartins.es.gov.br) junto às demais informações necessárias.


Outras informações sobre o S.I.M.
Endereço:
Rua Pedro Gerhardt, 39, em Campinho (ao lado da Igreja Católica)

Lorena Müller 

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de Domingos Martins promove amanhã (19) uma reunião com empresários e proprietários de estabelecimentos que comercializam produtos de origem animal. O encontro será no auditório da Escola Municipal Mariano Ferreira de Nazareth, em Campinho, às 16 horas, e traz diversos temas na programação, entre eles a regularização e a fiscalização de agroindústrias, os perigos de contaminação e perspectivas do mercado consumidor.

A reunião com os empresários e comerciantes de Domingos Martins é mais uma iniciativa dentro do Programa de Combate à Clandestinidade e a Fraude Fiscal (PCCFE), voltado especificamente para regulamentação da produção e da comercialização de produtos de origem animal: carnes suína, bovina, aves, pequenos animais, peixe, leite, iogurte, embutidos, queijo, schimia, iogurte, manteiga, doces, mel e outros produtos de abelhas e ovos.

O programa é desenvolvido pela prefeitura em parceria com o Ministério Público Estadual, Promotoria de Justiça da Comarca de Domingos Martins e Associação Comercial e Empresarial de Domingos Martins. “Estamos apresentando o projeto para toda a cadeia de produção, então tudo isso já foi repassado a produtores rurais, associações e entidades. Agora chegamos à apresentação para comercializadores e consumidores e fechamos o ciclo”, explica o coordenador do SIM, Adnilses Machado.  

selo SIM 

 Produtos regularizados recebem o selo de qualidade

A implantação do Programa de Combate à Clandestinidade e a Fraude Fiscal (PCCFE) também é pré-requisito para a adesão ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte, o SUSAF/ES, que autoriza a comercialização de produtos de Domingos Martins em todo o Espírito Santo.

Etapas

O desenvolvimento do programa é realizado em duas etapas. A primeira fase, de caráter informativo e educativo, já está em andamento com a série de reuniões com toda a cadeia produtiva. Já a segunda prevê a fiscalização dos locais de produção e estabelecimentos comerciais, que poderão resultar na apreensão e inutilização de produtos irregulares e na aplicação de sansões e penalidades ao infrator (advertência, multas, suspensão, interdição do estabelecimentos até o cancelamento de registros de acordo com a legislação vigente).


Serviço
Reunião do Serviço de Inspeção Municipal com empresários e comerciantes de Domingos Martins
Data: 19 de novembro
Horário: 16 horas
Local: Auditório da Escola Municipal Mariano Ferreira de Nazareth, em Campinho
Programação:
- SIM Domingos Martins: atividades desenvolvidas na regularização, inspeção, e fiscalização das agroindústrias do município
- Os perigos da contaminação por alimentos de origem animal e as Doenças Transmitidas por Animais (DTA)
- Agroindústrias de carnes, leite, derivados, mel, ovos e pescados legais em Domingos Martins
- Perspectivas da indústria de alimentos de origem animal em Domingos Martins e no Estado
- Informações: (27) 3268-1814

Prefeitura Municipal de Domingos Martins

brasaoRua Bernardino Monteiro, 22 - Centro - CEP 29260-000
Expediente Administrativo: 8h às 12h00 - 13h às 17h
Horário Serviços de Saúde: 7h às 11h30 - 12h30 às 16h  

Fone (27) 3268-1239 - 3268-1124
Veja no Mapa

Links Úteis

portariastn contas-publicas
nfe issbancario